8 de dezembro de 2013

Jamais quis saber o sexo dos meus filhos antes de nascerem, preferi curtir cada momento da presença deles em minha barriga, do que a preocupação da cor das paredes e colchas...

5 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e eu também nunca me preocupei com isso! Era tão lindo daber na hora! E foram 4 surpresas! beijos,tudo de bom,chica

LUZ disse...

Oi, querida Ângela!

Que pensamento, esse seu, tão bem estruturado e tão metafórico.

Que interessa o acessório, né?

Lindo domingo, com amor.

Beijos da Luz, que já tem saudades de você.

LUZ disse...

Oi, eu, de novo, Ângela!

Esqueci de referir a beleza e a cor das imagens que enfeitam seus pots, para além do significado bem profundo das mesmas.

Dias muito felizes.

Beijuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu.

Daniel Costa disse...

Angela, nos apresentas cor, cor é vida. Quanto aos sexos dos filhos, hoje que já se pode saber antes, dá a hipótese de opção.
Beijos

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Bom dia Angela.
Eu tambem vivi cada minuto
de cada uma e
não quis saber o sexo
deles antes.
Cores... cada um vê
como deseja.
Bjins
Catiaho Alc.

Seguidores

Quem sou eu

Quem sou eu
Gosto da beira do abismo, sento, e o vejo mais próximo, quando o sinto distante, corro para ele a passos largos, demonstrando assim minha insanidade muitas vezes. Se não o faço, sinto me morta por dentro, a espera da maneira que minha alma sobrevive, na pulsação mais forte que um coração possa suportar. Não sei viver se não for na intensidade da pele, no suor da vida. Não pertenço ao grupo dos que calam por tudo, não definitivamente não pertenço, sou o recomeço sempre, sou dor aguda, felicidade extrema, sou suor, lágrimas fáceis, sou mulher com alma. Angela Manzotti

Clubinho

OMundoDeCaliope

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CocoPPa

CocoPPa
Para Apps baixe no se android

No seu android

No seu android

Postagens populares

Contato

Contato
blogandoporai@yahoo.com.br

Participando

Verdades

Verdades
Como culpar o vento pela desordem feita se fui eu que esqueci a janela aberta?

Tempo

Tempo
"Moça tola, para de desperdiçar flores, brincando e sentido as dores, do bem me quer ou mal me quer. As ações dele já te responderam, você só não compreendeu, porque finge ser incapaz, toma uma dose de amor próprio, e deixa o jardim em paz."

Assim

Assim
“Fui abençoada com um coração meiguíssimo e em contrapartida com um pavio bem curto. Exatamente igual a um vidro: se me jogar no chão, eu quebro... mas se me pisar, te corto”

Saudade

Saudade
"E liga de madrugada, escuta aquela voz, coração dispara e você não fala nada. Sim. Sintomas de saudade.

Verdade...

Verdade...

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs

Tecnologia do Blogger.