14 de maio de 2012



Blogagem coletiva dos blogs da Rute, Rosélia, Rosa  e da Luma
Esperança





Nasceu, e cresceu em uma família numerosa, feliz!!
Jamais soube o que era perda, a não ser os que a vida trás em sua naturalidade, seus avós, tudo na ordem de como deve ser, vê a familia crescer e crescer ao longo dos anos, energia nova, vida!
Chegou o assombro sem perceber, bateu a porta com tanta força, que por pouco não a jogou ao chão, hoje, só a esperança tem como companheira, esperança e fé, de que tudo possa ser um sonho ruim e que a familia cresça cada dia mais e mais, com todo amor que sempre a moveu


                                     Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...
Mário Quintana

Texto extraído do livro "Nova Antologia Poética", Editora Globo - São Paulo, 1998, pág. 118

36 comentários:

Sandra Portugal disse...

Juntas na esperança!
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

✿ chica disse...

Linda participação!!beijos e que a esperança nunca nos falte!beijos,chica

Carlinda Sobreiro disse...

Muito bonito o poema assim como a reflexão.

Gostei ter esperança é essencial à Vida.
Haja Esperança!!!

Djalma CMF disse...

Maravilhoso esse texto poético, ele é terno e sensívelmente belo. Parabéns menina, espero que você tenha tido um feliz dias das mães, beijos.

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Bom dia Mary

A vida é complicada né?
Lindo seu texto e a poesia de Mário Quintana super delicada.

E que a menina tenha forças para dizer tudo de novo e que você não a perca nunca.

Beijos
Ani

Luma Rosa disse...

Mary, por mais numerosa que a família seja, chega um tempo em que somente ela não supre as nossas necessidades e precisamos alçar voos e você por ser casada a tantos anos e ter dois filhos, sabe que agora o olhar se volta com mais atenção para o novo núcleo. Algumas carências devemos enterrar e deixar lá atrás na infância, pois ela de nada serve no presente. Aquela pessoinha é como se não existisse mais, mesmo que retorne em alguns momentos como um fantasminha a querer ocupar espaço.
Quintana tem uma frase que gosto muito: "Amar é mudar a alma de casa".
Obrigada pela participação e me desculpa não ter relacionado o seu blogue na primeira lista.
Beijus,

Lulu disse...

Mário Quintana é apaixonante.
Tb participo desta blogagem.
Big Beijos

Michelle disse...

Olá, Mary.

Belo o texto do Quintana. É linda a construção que da imagem que propõem os versos. A esperança é mesmo um sopro delicado e sutil, mas sempre presente. Porque enquanto houver vida, há esperança.

Um abraço,

Michelle

poetaeusou . . . disse...

*
Mário Quintana,
só pode !
,
“Esperança
é um urubu
pintado de verde”
disse ele, o Quintana !
o verde da esperança, será ?
,
Mary,
conchinhas verdes,
para a tua escolha,
*

edumanes disse...

Lá bem no alto não quero subir
Tenho medo das grandes alturas
Que a felicidade a faça sorrir
Ver as crianças felizes com sua travessuras!

Boa terça-feira,
um beijo
Eduardo.

Antônio Lídio Gomes disse...

Lindo texto. Que as inspirações sejam contigo sempre e sempre.
Beijos.

Teté disse...

Se por um lado é uma sorte que praticamente toda a vida tenha decorrido sem sobressaltos de maior, também é certo que ao primeiro, a dor não deixa de nos atingir...

Haja Esperança e Amor, para ultrapassar todas as encruzilhadas! :)

Beijocas!

pensandoemfamilia disse...

Quintana fecha com chave de ouro sua participação. A vida segue um rumo e quando nos vemos frente as mudanças nos assustamos, mas felizmente nos recuperamos e damos as mãos à esperança.
bjs

Josy disse...

Olá Mary, lindo poema de Quintana, delicado e bem oportuno ao tema. Bjos Adorei

Josy

Debby disse...

Oi maryyy

Adoro mario Quintana.. e esse texto é perfeito

Bjs
Debby :)

Clara disse...

Bom dia, Mary!!!!

Mário Quintana é tudo de bom!

Postagem mais gostosa de ler....
Bem vinda ao meu blog!

Beijos e ótima semana!

Cláudia disse...

"Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança..."

Só com esperança se conseguem estes milagres em sentido figurado e também os verdadeiros milagres na nossa vida.
bjs

Sotnas disse...

Olá Mary, que tudo permaneça bem contigo!

Belíssima escolha que demonstra sempre o quanto tem bom gosto e sensibilidade.

Esperança é algo que o homem deixou de ter, ainda que alguns não a sintam com fervor. Deixar de tê-la é perder a própria alma!

Parabéns pela postagem de intensa reflexão.

E já que por cá estou deixo meu agradecimento por tuas gentis visitas e também meu desejo que você e todos tenham um viver deveras feliz e intenso, abraços e até mais!

Teresinha Ferreira disse...

Olá Mary,
Que linda postagem sobre esperança.
Temos que ter algo para nos mover e nos dar dinamismo para o dia a dia. Sem ela, fica difícil acreditar em um mundo melhor para nossa família.
Bons fluidos.
Já estou te seguindo.

RUTE disse...

Oi Mary!
Felizmente que a Es-pe-ran-ça não se cansa de nos dizer seu nome! Não posso nem imaginar, recomeços sem Esperança.

Ela vem do alto sim e é nossa companhia toda a vida. Essa, não pode ir embora!
Beijinhos.
Rute

Anne Lieri disse...

Mary,passando para reler essa bela poesia e desejar uma boa quarta pra vc!Bjs,

manuela barroso disse...

E quando os voos são altos, e quando é dificil atingir o cume, ela, a Esperança lá está preparando o regaço.
Bela participação.Lindo poema do Quintana
Abraço

Dri Andrade disse...

Oi Mary,

amei aqui.
A esperança é aquela que nunca deixa a gente se perder não é??

super beijo,

Dri Andrade disse...

Oi Mary,

amei aqui.
A esperança é aquela que nunca deixa a gente se perder não é??

super beijo,

Mariangela disse...

Oi Mary!
Linda poesia!
Não podemos imaginar a vida sem esperança.
É a nossa companheira inseparável!
Grande abraço!
Mariangela

Luciano A.Santos disse...

São coisas da vida,a pesar de que nem por isso devamos achá-las "fáceis", pois não são: se gnha de um lado, se erde do outro. No final, nos resta buscar novos caminhos.

Bela participação.

Orvalho do Céu disse...

Olá, Mary querida
"O que me importa o tempo e o espaço,
Se trilhei caminhos orvalhados
Em busca do calor do teu abraço?"
(Auxiliadora)

Voei com a sua menina esperançosa!!! E como voei!!! Alcei voo alto e edificante com tal mensagem de pura Esperança... Perfeito!!!


Concedei-lhe, ó Deus, prodigamente, o ORVALHO DO CÉU...
Até o próximo mês, se Deus quiser!!!
Abraços esperançosos de paz

"Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo
imperdível, ainda que se apresentem dezenas
de fatores a demonstrarem o contrário."
Fernando Pessoa.

Djalma CMF disse...

Mario Quintana era um verdadeiro mestre da poesia e você é muito sensível, pois sabe escolher o autor certo, parabéns, bjos.

Socorro Melo disse...

Oi, Mary!

É, às vezes o infortúnio nos pega desprevenidos, e nos arremessa contra a parede, mas... Vi um lindo pensamento num Blog que também participou dessa coletiva: enquanto houver 1% de chance, devemos ter 99% de fé, de esperança...
Lindo o poema do Mário!

Beijos
Socorro Melo

Morena disse...

Caraca adoooorei o texto q vc escolheu do Mário!!!!!

Esperança que nos move!!! Sempre
Obrigada pela visita, seja sempre bem vinda!

Beijos saltitantes
Bom fim de semana

Lílian Almeida disse...

Que linda , sensível e cheia de ESPERANÇA ! Amei, amiga .
Tenha um fim de semana bem gostoso, e muita paz no coração !
http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/
Beijo no ♥ !

Sandra Botelho disse...

E que ela agonize talvez, mas que nunca morra...Bjos achocolatados

Carol M disse...

Lindo poema, adoro Mário Quintana!!!

Bjss

Multiolhares disse...

talvez por isso digam que " a esperança é a ultima a morrer"
bjs

Nilson Barcelli disse...

É um magnífico texto.
Gostei de o ler.
Mary, querida amiga, tem um bom domingo.
Beijo.

LELLA disse...

Oi Mary!

Só hoje que estou dando retorno ao carinho de vocês a minha participação nessa Blogagem Coletiva com o tema esperança. Grata! E pedindo desculpas pela demora!
Vou colar aqui o motivo que deixei escrito lá:

"Olá aos da Blogagem Coletiva Amor aos Pedaços!
Primeiro trazendo minhas desculpas por essa demora no retorno! Como vocês são novas por aqui, nesse meu blog pessoal, farei um breve resumo de coisas que já contei em algums postagens. É que por voltar a morar sozinha, e com a grana muito curta, eu é que faço todo o serviço de casa. Por conta do esforço, muita das vezes, no final do dia, meu corpo pede mais se esticar na cama. Ficar um tempo a mais sentada, e então vir para o computador, me leva a tentar administrar, priorizar o que tenho que fazer. Esse blog fica até desatualizado. Porque um outro que eu criei, o http://cinemaeaminhapraia.com.br/ , até por ter virado um blog coletivo, meu pouco tempo fica quase todo cuidando dele.
Agora, agradecendo toda essa participação! Grata!
Darei um retorno a todas aqui. Assim como retribuir a visita, se não der a todas hoje, eu continuarei amanhã e depois. É que eu também digito devagar.
Um beijo grande!"

E bem legal a sua participação!

Beijos,

Seguidores

Quem sou eu

Quem sou eu
Gosto da beira do abismo, sento, e o vejo mais próximo, quando o sinto distante, corro para ele a passos largos, demonstrando assim minha insanidade muitas vezes. Se não o faço, sinto me morta por dentro, a espera da maneira que minha alma sobrevive, na pulsação mais forte que um coração possa suportar. Não sei viver se não for na intensidade da pele, no suor da vida. Não pertenço ao grupo dos que calam por tudo, não definitivamente não pertenço, sou o recomeço sempre, sou dor aguda, felicidade extrema, sou suor, lágrimas fáceis, sou mulher com alma. Angela Manzotti

Clubinho

OMundoDeCaliope

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CocoPPa

CocoPPa
Para Apps baixe no se android

No seu android

No seu android

Postagens populares

Contato

Contato
blogandoporai@yahoo.com.br

Participando

Verdades

Verdades
Como culpar o vento pela desordem feita se fui eu que esqueci a janela aberta?

Tempo

Tempo
"Moça tola, para de desperdiçar flores, brincando e sentido as dores, do bem me quer ou mal me quer. As ações dele já te responderam, você só não compreendeu, porque finge ser incapaz, toma uma dose de amor próprio, e deixa o jardim em paz."

Assim

Assim
“Fui abençoada com um coração meiguíssimo e em contrapartida com um pavio bem curto. Exatamente igual a um vidro: se me jogar no chão, eu quebro... mas se me pisar, te corto”

Saudade

Saudade
"E liga de madrugada, escuta aquela voz, coração dispara e você não fala nada. Sim. Sintomas de saudade.

Verdade...

Verdade...

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs

Tecnologia do Blogger.