26 de maio de 2012
Tive uma infância e adolescência ótima, naquela época não existia computador, e o meio de comunicação que mais usávamos era a TV, ficava horas viajando na imaginação, era tão bom.
Ir ao cinema era uma festa, festinhas de garagem, essas marcaram minha juventude.
Saudosismo, recordação, dizer que era ótimo, tudo bem, mas não concordo com o termo "No meu tempo", por que meu tempo é agora, afinal não morri, e o hoje é meu tempo e sempre será.

                                            Mas que tudo isso era bom demais, era.

Menudos
                                                      Sitio do pica pau amarelo
                                                       Embalos de sábado a noite
                                                             Terra de gigantes
                                                                 Vila Sésamo

18 comentários:

Sinval Santos da Silveira disse...

Oi,Mary!
Visitando teu blog,encontrei
as letras das músicas que mais adoro.
Senti saudades.
Parabéns pelo refinado gosto musical.
Um fraterno abraço
Sinval

✿ chica disse...

Temos que nos adaptar ao tempo em que vivemos...beijos,lindo domingo,chica

Mãe Mochileira,Filho Malinha disse...

Oiee!!! olha,eu tive uma infancia no auge dos anos 80 e posso afirmar que foi mesmo magicaaaaa..adoro relembrar td dessa epoca,e me deu uma baita saudade agora,rsss...
bjs e otimo fds! :)

Bia Hain disse...

Oi, Mary, então vivemos na mesma época! Dos Menudos eu era ultra-fã, tinha o disco, camisetas, fazia as coreografias da dança, uma loucura! Um abraço!

edumanes disse...

Sitio do pica pau amarelo
Na TV,bem me lembra de ter passado
Como tantos outros era programa belo
Com a Emília muito animado.

Bom domingo,um abraço
Eduardo.

She disse...

Que delícia de viagem ao túnel do tempo com essas imagens, adorei! Excelente semana e beijo, beijo!
She

Luciana Souza disse...

Oi Mary
Obrigada pela visita ao meu blog, eu também sou dessa época (kkkkkkk) curtia muito Menudos, tinha até camiseta, gostei do post, não adianta viver do passado, temos que curtir o presente. Quer dizer que vc mora em Santos? Eu moro em Itanhaém! Eu já fiz até um post sobre o aniversário de Itanhaém. Quem sabe a gente não se conheça pessoalmente um dia?
Bjos e uma ótima semana.

Mary disse...

Luciana já estive muito em Itanhaém, na minha adolescencia meu pai tinha uma casa ai, somos praticamente vizinhas, rsrs.
Vou adorar conhecer uma blogueira pessoalmente.
Beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Belas imagens...Espectacular....
Cumprimentos

Cissa Romeu disse...

Mary,
me veio um saudosismo gostoso!
Sou da mesma época tua!

Obrigada pela visita, também sigo teu blog, claro! Gostei bastante!

Ótima semana :)

Cores da Vida... disse...

Muito bom... Concordo, o nosso tempo é sempre enquanto estivermos viva...
Beijos e boa semana,

Cores da Vida... disse...

Muito bom... Concordo, o nosso tempo é sempre enquanto estivermos viva...
Beijos e boa semana,

papo de esquinas disse...

Estou aqui retribuindo a visita ao me blog

estou seguindo vc eu adorei o seu blog

é muito diferente

parabens

http://papodeesquinas.blogspot.com/

3 Fases da Lua disse...

Espero voltar aqui outras vzs
Estou convidando vc a visitar o meu blog e se tornar um seguidor(a)
Já estou seguindo vc
http://3fasesdalua.bolgspot.com/
siga-me no Twitter que eu seguirei vc no seu twitter
@3fasesdalua

Mariangela disse...

Oi Mary!
Muito bom mesmo!
Concordo plenamente com você, nosso tempo é agora!!
beijo,
Mariangela

Luma Rosa disse...

Nunca havia pensado no termo "no meu tempo"... Qual seria a melhor forma de remeter a essa fase da vida em que as descobertas possuiam um encanto a mais? Sei que vivemos sempre, mas a intensidade do sentir era bem diferente! "Na minha juventude", acho muito estranho, assim como "antigamente" (rs*).
Boa semana!! Beijus,

Patricia Galis disse...

Deliciaaaa vi tudo isso, dancei tanto menudos kkk

silvioafonso disse...

.


Como o seu blog ficou lin-
do...
Prático e simples. Bonito
e criativo.

Estou feliz por ter vindo.
Vou continuar seguindo vo-
cê, quer vá por onde for.

Beijos,

Palhaço Poeta








.

Seguidores

Quem sou eu

Quem sou eu
Gosto da beira do abismo, sento, e o vejo mais próximo, quando o sinto distante, corro para ele a passos largos, demonstrando assim minha insanidade muitas vezes. Se não o faço, sinto me morta por dentro, a espera da maneira que minha alma sobrevive, na pulsação mais forte que um coração possa suportar. Não sei viver se não for na intensidade da pele, no suor da vida. Não pertenço ao grupo dos que calam por tudo, não definitivamente não pertenço, sou o recomeço sempre, sou dor aguda, felicidade extrema, sou suor, lágrimas fáceis, sou mulher com alma. Angela Manzotti

Clubinho

OMundoDeCaliope

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CocoPPa

CocoPPa
Para Apps baixe no se android

No seu android

No seu android

Postagens populares

Contato

Contato
blogandoporai@yahoo.com.br

Participando

Verdades

Verdades
Como culpar o vento pela desordem feita se fui eu que esqueci a janela aberta?

Tempo

Tempo
"Moça tola, para de desperdiçar flores, brincando e sentido as dores, do bem me quer ou mal me quer. As ações dele já te responderam, você só não compreendeu, porque finge ser incapaz, toma uma dose de amor próprio, e deixa o jardim em paz."

Assim

Assim
“Fui abençoada com um coração meiguíssimo e em contrapartida com um pavio bem curto. Exatamente igual a um vidro: se me jogar no chão, eu quebro... mas se me pisar, te corto”

Saudade

Saudade
"E liga de madrugada, escuta aquela voz, coração dispara e você não fala nada. Sim. Sintomas de saudade.

Verdade...

Verdade...

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs

Tecnologia do Blogger.