9 de junho de 2012


As sem-razões do amor

Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.
Carlos Drummond de Andrade

6 comentários:

ZilMar disse...

lindOOO!

ESCOLHA PERFEITA....

amei...


bjo grd e bom final de semana!


Zil

✿ chica disse...

Mais um lindo momento de amor no blog.beijos,chica, ótimo fds!chica

Everson Russo disse...

E o amor...o amar...é livre...nunca haverá uma razão pra isso...é sentimento que flui...beijos de bom sábado.

Mariangela disse...

Linda poesia, perfeita escolha!
Beijo e bom final de semana!
Mariangela

Patricia Galis disse...

Lindo poema e é verdade amamos porque amamos.

Suu Munizz disse...

Amor é poesia,encanto,carinho e mais um milhão de coisas que se sentem e que se compartilham(ou não)com alguém.
Lindo post,abraço Mary,=)

Seguidores

Quem sou eu

Quem sou eu
Gosto da beira do abismo, sento, e o vejo mais próximo, quando o sinto distante, corro para ele a passos largos, demonstrando assim minha insanidade muitas vezes. Se não o faço, sinto me morta por dentro, a espera da maneira que minha alma sobrevive, na pulsação mais forte que um coração possa suportar. Não sei viver se não for na intensidade da pele, no suor da vida. Não pertenço ao grupo dos que calam por tudo, não definitivamente não pertenço, sou o recomeço sempre, sou dor aguda, felicidade extrema, sou suor, lágrimas fáceis, sou mulher com alma. Angela Manzotti

Clubinho

OMundoDeCaliope

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CocoPPa

CocoPPa
Para Apps baixe no se android

No seu android

No seu android

Postagens populares

Contato

Contato
blogandoporai@yahoo.com.br

Participando

Verdades

Verdades
Como culpar o vento pela desordem feita se fui eu que esqueci a janela aberta?

Tempo

Tempo
"Moça tola, para de desperdiçar flores, brincando e sentido as dores, do bem me quer ou mal me quer. As ações dele já te responderam, você só não compreendeu, porque finge ser incapaz, toma uma dose de amor próprio, e deixa o jardim em paz."

Assim

Assim
“Fui abençoada com um coração meiguíssimo e em contrapartida com um pavio bem curto. Exatamente igual a um vidro: se me jogar no chão, eu quebro... mas se me pisar, te corto”

Saudade

Saudade
"E liga de madrugada, escuta aquela voz, coração dispara e você não fala nada. Sim. Sintomas de saudade.

Verdade...

Verdade...

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs

Tecnologia do Blogger.